Seguidores e Leitores deste Blog

contato, dúvidas, envio de fotos, fale conosco.

Nome

E-mail *

Mensagem *

traduza este blog

quarta-feira, 17 de junho de 2015

Porquinho-da-Índia: história, características, alimentação, habitat e reprodução deste roedor.



Eles não são suínos e muito menos indianos.Os Porquinhos-da-índia, apesar do nome, são roedores usados como animais domésticos e existentes inicialmente somente na América do Sul.
A história deste simpático roedor começa nas Índias Ocidentais, onde eram criados pelos povos andinos para servirem de alimento. Hoje alguns países como o Peru ainda seguem essa tradição e esses animais são muito apreciados na culinária local.
Somente no século XVI os europeus tomariam contato com os Porcos-da-Índia, ao chegarem no Império Inca. Ao serem levados para a Espanha, tornaram-se uma febre e dali espalharam-se por toda a Europa.
Hoje, os Porquinhos-da-Índia ou Hamsters são utilizados como cobaias de laboratório.
As principais características deste roedor é a sua vivacidade e docilidade. Raramente mordem. Um macho pode atingir 25 cm e pesar entre 900 a 1.200 kg. As fêmeas são menores, atingingo 20 cm e peso entre 700 a 900 kg.
Os Porquinhos-da-Índia são animais rústicos e se adaptam muito bem a qualquer ambiente. Precisam de local seco e espaçosos para se organizarem, passear e brincar. É recomendado não usar gaiolas, uma área de cerca de 1 metro quadrado, feita de arame e sem teto, é ideal. A melhor companhia para eles é um outro do mesmo sexo. Se forem criados um macho e uma fêmea, haverá 20% de chances de morte na gestação, parto e pós-parto.
Os Porquinhos são herbívoros. Comem diversos tipos de legumes e verduras. Feno e capim devem estar sempre disponíveis e deve-se evitar rações com muito cálcio, vitamina D e falta de vitamina E, que podem causar problemas ao animal.
Existem diversos padrões de cores nos Porquinhos-da-Índia.
A reprodução deles deve ser bem controlada. As fêmeas com 4 semana de idade já podem procriar e os machos já estão maduros a partir da terceira semana de vida. O cio dela durá cerca de 17 dias e 4 dias depois de parir, a fêmea entrará no cio novamente. Por isso não é bom manter sempre macho e fêmea juntos, evitando assim gravidez sucessivas. O período de gravidez da fêmea durá em média 72 dias. Em cada gravidez, a fêmea dará à luz entre 2 a 5 filhotes. Por até 3 semanas, os machos nascidos podem ficar com irmãs e a mãe. Depois disso precisa ser separado delas.


imagens-ilustrativas-do-porquinho-da-índia.





















no link abaixo assista dicas de como criar porquinhos-da-índia.






texto escrito pelo autor do blog.
fotos copiadas da net.
vídeo compartilhado do you tube.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTE AQUI UMA MENSAGEM.